Prefeito de CARACAS sequestrado por MADURO. Sim, aquele que pediu ajuda pra pessoa errada, Dilma Roussef.

fevereiro 23 23:49 2015

Prefeito de CARACAS sequestrado por MADURO. Sim, aquele que pediu ajuda pra pessoa errada, Dilma Roussef.

sequestroprefeito_2015-2-20_3-56-7_No-00O Presidente Maduro informou que o prefeito de caracas está envolvido em um golpe junto dos Estados Unidos para a derrubada do governo bolivariano na Venezuela. Como prova, Nicolás Maduro cita o Acordo Nacional de Transição. documento assinado por vários líderes que se comprometeram a se esforçar pela recuperação da Venezuela.

O acordo nacional realmente existe. Contudo, está longe de ser uma convocação a qualquer tipo de golpe. Veja alguns extratos. “o povo da Venezuela vive uma das circunstâncias mais difíceis da sua história“. No texto os autores responsabilizaram o Governo do Presidente Nicolás Maduro de aplicar “um modelo fracassado” e exercer “de maneira impune a antidemocracia“. 

O prefeito informou pelo twitter que seu escritório estava cercado.

Ledezma, que ha alguns meses pediu para Dilma se posicionar sobre as seguidas afrontas a democracia e direito humanos que ocorrem na Venezuela, mas não obteve resposta, ha dois dias publicou twitter dizendo que Maduro se nega a dialogar com a oposição.

“Ledezma: “La represión es la negación del diálogo”. O presidente Álvaro Uribe

Líderes latino americanos, menos Dilma Roussef, é claro, condenaram publicamente a detenção. O presidente Álvaro Uribe disse que cabe  aos chefes de estado da América latina acabar com a escalada de terror promovida por Maduro.

A esposa de Antonio Ledezma usa agora o twitter para tentar denunciar o sequestro e o paradeiro incerto de seu Marido. Ela conta também que ele foi agredido no momento da prisão. Veja acima seu último twitter.

Pessoalmente estivemos em Caracas ha alguns anos, pouco antes de Chaves assumir. A estrutura da cidade, a limpeza, o transporte público etc., era invejável, bem superior à média da América Latina. O chavismo conseguiu destruí-la. 

Basta que um líder oposicionista se destaque que a polícia secreta bolivariana o prende e trancafia. Assim ocorreu com Leopoldo Lopes e outros, assim ocorreu com Ledezma e, se a comunidade internacional não se posicionar, vai ocorrer com todos que ousem lutar contra o caos imposto na Venezuela por um líder populista e irracional.

Revista O Pesadelo dos Políticos Online.

Share Button
  Article "tagged" as:

Comentários no Facebook