Dilma a Leprosa está caminhando para o abismo. Alguém quer dar um empurrãozinho?

março 09 13:57 2015

abismoe dilmaoonges

Quem pensou que o discurso de Dilma seria diferente dos outros, errou redondamente. Ela até parece que está em campanha. Mais uma vez jogou a culpa na crise internacional e disse que o governo está nos protegendo.

É difícil destacar uma frase em especial, elegemos como a que retrata melhor o governo Dilma, o momento em que ela tenta nos fazer acreditar que o governo é um espécie de “mãezona”, que nos defende contra tudo de ruim que vem “la de fora”. Vejam.

“Na tentativa correta de defender a população, o governo absorveu, até o ano passado, todos os efeitos negativos da crise. Ou seja: usou o seu orçamento para proteger integralmente o crescimento, o emprego e a renda das pessoas”.

Dilma Roussef, a leprosa.

Todos conhecem as histórias dos leprosos, narradas na Bíblia Sagrada. Ninguém podia estar com eles e os mesmos eram isolados em locais específicos para que não contaminassem o restante da sociedade.

A lepra traz em si outra característica interessante, a insensibilidade. Aqueles que tem a doença em estado avançado perdem a sensibilidade nas partes do corpo atingidas. Se tocassem em fogo não sentiam as chamas. Se tocassem em uma lâmina certamente não sentiriam a dor do ferimento. Por isso os ferimentos eram frequentes, e até a perda de partes do corpo.

Pois é, a presidente Dilma parece sofrer uma situação similar. Padece de uma grande insensibilidade, que a torna incapaz de perceber os próprios erros, e é rejeitada pela base aliada por causa dos estigmas que já carrega, como se possuísse mesmo uma doença contagiosa.

Ainda há chance para Dilma? Pode ser. Alguns leprosos tiveram a sorte de se encontrar com Jesus Cristo e ter suas chagas removidas. Mas, para receber a bênção é necessário reconhecer a própria fraqueza, os pecados cometidos e renunciar a si mesmo. 

A lepra na Bíblia também é usada como uma figura do pecado. Quem peca e não admite isso, segundo a bíblia, permanecerá marcado pelo pecado, e vai para o INFERNO. 

Se Dilma Roussef não decidir falar a verdade, admitir sua incapacidade e sua má gestão, a doença vai corroer todo seu corpo, que será expulso do planalto. Quanto a sua alma, a política, será lançada no Inferno do ostracismo, de onde ninguém nunca sai.

Jantares e encontros a convite da Presidência são cada vez mais recusados por membros da base aliada. Afinal, ninguém quer ser visto com Dilma, em cuja imagem já aderiram palavras como Impeachment e Petrolão.

Uma notícia esquisita surgiu na semana passada, e bombou nas redes sociais, dizia que FHC estava do lado de Dilma. Petistas ficaram animados com a nota, e já iam começar a falar bem do sociólogo tucano. Mas, depois de algumas horas surge o desmentido. Afinal, FHC não havia enlouquecido, era uma lorota criada por algum brincalhão que se espalhou na velocidade da luz. Mas, o acontecido não foi de todo ruim, serviu pra mostrar a todos nós que Dilma Roussef está mesmo prestes a ser derrubada.

Toda a classe política está em suspense, as manifestações que ocorrerão na próxima semana devem definir o futuro não só do atual governo, mas do próprio partido dos trabalhadores. Outro fato importante que deve ocorrer é a entrega, em um ato público, de um manifesto com quase dois milhões de assinaturas colhidas no site Avaaz, o manifesto pede a abertura de um processo de Impeachment contra Dilma Roussef (Veja aqui os detalhes).

Veja o desmentido de FHC. Publicado na folha.

O momento não é para a busca de aproximações com o governo, mas sim com o povo. Este quer antes de mais nada que se passe a limpo o caso do Petrolão: quer ver responsabilidades definidas e contas prestadas à Justiça. Qualquer conversa não pública com o governo pareceria conchavo na tentativa de salvar o que não deve ser salvo. Cabe sim que as forças sociais, econômicas e políticas se organizem e dialoguem sobre como corrigir os desmandos do lulo-petismo que levaram o país à crise moral e a economia à recessão”.

Robson A.D. Silva e E.Alarcon — O Pesadelo dos Políticos.




Share Button

Comentários no Facebook