General atacado por Bispo. A esquerda anda aterrorizada!

março 06 15:12 2015

Está evidente que a esquerda anda aterrorizada. O surgimento de líderes/formadores de opinião com habilidade e coragem, que são extremamente necessários para a construção de uma oposição racional e eficaz, tem fortalecido as bases do movimento popular de moralização desse país.

O general Paulo Chagas tem sido presença constante em sites e revistas online frequentados pela já gigantesca parcela da sociedade que não suporta mais ser ludibriada por espertalhões da esquerda. Estes, a título de promover o socialismo, metem a mão nos bolsos da sociedade, e normalmente saem ilesos e com status de benfeitores..

Paulo Chagas recentemente, mesmo ocupando cargo no Ministério da Defesa, ousou criticar publicamente o comportamento de Jaques Wagner. Como recompensa por sua ousadia o general foi precocemente exonerado de suas funções. Paulo Chagas também protocolou ação judicial contra a Comissão Nacional da Verdade, solicitando reparação por danos morais e retificação do texto, que, segundo a ação, traz diversas inverdades.

Essa semana foi-nos remetido um artigo interessante. Um texto “de ódio”, como diriam os esquerdistas, tão frágeis quando se lhes ataca. Mas, tão valentes quando têm armas nas mãos. Nesse caso as armas são o teclado, um blog, e o espaço em um grande veículo ligado à esquerda, o site 247.

O texto, elaborado por um “religioso” que escreve para o site 247, recheado de adjetivos como caduquice, ignorante, imperialista, falastrão, burrice etc., tenta destruir a reputação do General Paulo Chagas com base em um artigo de sua autoria, publicado (Aqui) em Revista Sociedade Militar. Vejamos.

Don Orvandil começa assim (suas palavras estarão em negrito):

Texto de Orvandil, o Bispo: “É evidente que o senhor e sua turma tentam ameaçar a democracia, o Brasil e nosso povo, que tanto lutamos pelo desenvolvimento e pela ruptura da tragédia de produtos de esgoto que os senhores nos impuseram com o golpe de 1964.  Sua miséria de texto é tão despido de inteligência e, por isso mesmo, talvez pela caduquice de seus inspiradores, expõe com clareza retilínea os fios condutores da trama do golpe sempre aceso na alma dos miseráveis de 1964.  O ranço rancoroso e ignorante anticomunista é um desses fios. A clamorosa ignorância ameaça com mentiras arrancadas das gavetas de cemitério das ossadas insepultas. Que ameaça de comunismo houve antes do golpe que vocês, homens pobres servidores imperialistas e do capitalismo concentrador de riquezas, amantes dos paraísos fiscais, tanto viram lá?”

– : É um absurdo, diante das últimas declarações de Lula, que a esquerda tenha a coragem de dizer que aqueles que desejam a moralização do país estejam fazendo algum tipo de ameaça. Também é um absurdo dizer que há ranço anticomunista. Todos percebemos que a polarização e o debate filosófico entre esquerda e direita se intensificou somente após a esquerda ter chegado ao Planalto. Portanto, a própria esquerda é o principal responsável por ressuscitar essa guerra, por esse retorno ao passado, com a introdução de ferramentas como a comissão da verdade e endeusamento de figuras de caráter duvidoso, como aqueles que foram condenados pelos crimes conhecidos como mensalão.

Texto de Orvandil, o Bispo:  “General Paulo Chagas, de que comunismo o senhor e os cadáveres insepultos falam? Onde existe comunismo na face da terra, a não ser o primitivo, há tantos milhões de anos substituído pelos desumanos escravagismo, feudalismo e pelo predatório capitalismo?… É preciso desmistificar as mentiras de vocês e suas manchadas de trevas tentando nos intimidar. Não há comunismo em lugar algum, senhor ignorante. O que há são revoluções socialistas… ”

menorpcb1-00 — : Onde existe comunismo!!! Não há comunismo em lugar algum!!! Desculpem a expressão. Mas esse bispo só pode estar de SACANAGEM. Certamente não é cego. E se não é cego temos de entender que seu texto é no mínimo hipócrita. Para enxergar comunismo nem seria necessário olhar para a Coréia do Norte ou Cuba. Não seria nem necessário olhar para o MST e outros grupelhos que orbitam em torno do atual governo e vivem à custa de nossos impostos. Se não há comunismo em lugar algum, ou só há em poucos lugares, isso se deve a coragem e abnegação de gente como o General que Orvandil, o “bispo” tenta intimidar com seu texto.

A revolução insistentemente tentada pela esquerda brasileira não visa outra coisa senão a implantação dessa ideologia idiota e ultrapassada que destruiu milhões de vidas e, como um vírus, permanece na mente de muita gente que não tem coragem de assumir seus erros e mudar de posicionamento. Seria tão mais digno dizer: “_Sim, eu errei. Agora penso diferente”. No nosso ponto de vista falta é dignidade para isso.

Voltando ao texto. Todos sabemos que o comunismo é o propósito da eterna revolução tão mencionada pela esquerda para instigar os jovens úteis. Como os religiosos dizem, inclusive bispos, o diabo gosta de fingir que não existe para agir com mais liberdade. Ou será que “bispos anglicanos” não acreditam em Diabo, ou em Deus?

Don Orvandil, o “bispo”, continua. Agora chama o general Paulo Chagas de “falastrão” e “rato de esgoto”.

Texto de Orvandil, o Bispo: “Mas isso não é comunismo, seu falastrão. São movimentos socialistas desesperados contra as brutalidades opressivas de regimes que o senhor e sua galera “brilhante” tanto defendem. Certamente os revolucionários promoveram os levantes cometendo muitos erros que suas próprias lideranças em diálogo com seus povos reconhecem e corrigem. Não é comunismo, porque simplesmente não existe em lugar algum, a não ser na fantasia dos ratos de esgotos.” 

– : Nuca vi revolucionários admitindo erros. Aqui no Brasil eles se dizem democratas e recebem por seus “erros” indenizações e salários pagos pelo contribuinte. Veja essas imagens, que interessante. O PCB, por exemplo, usa seus mortos como troféus, além de conter em seu nome e planos, essa ideologia que o senhor diz, demagogicamente é claro, que não existe.

O general Paulo Chagas em nenhum momento instou o povo a pedir ajuda dos militares. Muito pelo contrário. Por seu texto, publicado aqui, percebe-se que acredita que a sociedade mobilizada pode definir o futuro do país.

Mais palavras do “bispo”, que agora aproveita pra dizer que houve armação, com a participação de militares! Para condenar injustamente os mensaleiros.

Texto de Orvandil, o Bispo : “O senhor, General de Brigada Paulo Chagas, ameaça o Governo Dilma com golpes covardes e com o uso das Forças Armadas sustentadas por nosso povo para defender o País de ameaças externas… Nessa acusação sobre a absolvição dos réus da mentirosa condenação de integrar quadrilha o senhor se entrega. O senhor, na verdade, revela a armação da qual o senhor e sua turma participam orquestradamente…”

– : O bispo, assim como a cúpula esquerdista, deveria ter vergonha de defender esse tipo de gente.  Oh coitadinhos. Mais uma vez Genoino, Dirceu e outros, foram vítimas dos militares. Mas, agora não explodiram bombas e mataram pessoas, apenas se aproveitaram de seus cargos e usaram o dinheiro público em proveito próprio e/ou de seu partido. Deveriam ser condecorados por isso, “Bispo”?

Aliás, eles foram condecorados mesmo. Já tiraram suas medalhas? Mas, isso é outra história.

Será que esse “religioso” tem coragem de fazer isso nos púlpitos de sua igreja? Será que acredita mesmo que o “paredon” foi uma ação “santa”, para expurgar aqueles que atentavam contra o povo?

Vejam algumas palavras do General Paulo chagas. Nada indica que instiga o povo a pedir “intervenção militar”.

As pessoas de bem, informadas, estão com medo do futuro, acuadas até para reagir e para manifestarem-se pacificamente. Não basta, portanto, pedir uma atitude dos militares, é preciso que os civis esclarecidos e convencidos do perigo ostentem massivamente suas posições e opiniões e que contribuam para magnetizar a agulha que definirá o novo rumo a ser tomado.” E

Precisamos preservar a democracia e recuperar a liberdade que hoje só serve aos fora da lei. Precisamos deixar bem claro que nos sentimos vítimas de uma quadrilha, de um estelionato eleitoral, arquitetado por uma quadrilha. Precisamos dizer ao congresso nacional que o povo brasileiro não é conivente com a desonestidade e que acaba de se dar conta que tem errado em suas escolhas, e que quer mudá-las, pelas vias que lhe oferece a Constituição Federal… Queremos e merecemos mudança, e vamos exigi-la…

Em uma disputa filosófica, a ideologia esquerdista não tem qualquer possibilidade de vencer, por isso o que lhes resta é tentar destruir e desacreditar aqueles que ousam enfrentá-los. Isso já aconteceu, quando as mentes que ousaram pensar foram assassinadas em “Paredons”, ou mandadas para a Sibéria.

O “Bispo” em questão assina seus textos como: Dom Orvandil Moreira Barbosa. Editor do blog +Cartas e Reflexões Proféticas, Presidente da Ibrapaz, bispo anglicano e professor universitário.

Paulo Chagas é General de Brigada da reserva do Exército Brasileiro.

O autor desse texto assina como: Robson A.D.Silva – Somente Cientista Social. Não é bispo, acredita em Deus e que tem sim muita gente que crê em comunismo.

O Pesadelo dos Políticos.

Share Button

Comentários no Facebook